A Caminho de Paris…

 

Esta noite (16/08/2010) manifestei a vontade de ir para Paris no encontro da Torre Eiffel, conforme combinado com o pessoal e acabei indo parar em ruas

que me pareceram ser em Paris.

Porém, enquanto eu tentava identificar que lugar era aquele, uma entidade masculina começou a me acusar de uma série de coisas descabidas, sem nenhum sentido,

como se eu fosse culpado de tudo.

Olhei para ele e vi que ele tinha uma aparência de maltrapilho e uma expressão de alucinado que provavelmente acusava a tudo e a todos que encontrava como responsáveis pelo seu infortúnio

Percebi que se tratava de um necessitado e que minha presença por ali não era mero acaso…

Minha consciência em um estado de percepção superior, manifestou minha presença ali

Procurei ajudá-lo encaminhando-o a socorristas desencarnados que ele agora, com minha ajuda, passara a enxergar

Refletindo sobre quantos nos acusam e nos condenam, acabei indo parar junto de um fiscal na iminência de aplicar uma multa num comerciante

Ambos estavam fora de seus corpos dando continuidade no astral as suas atividades e condicionamentos no físico

Como percebi que era uma multa sem sentido, passei a questionar o tal fiscal sobre os fundamentos, legitimidade e razões que o levavam a aplicar tal punição.

Demonstrando estranheza de toda a situação, o tal homem desapareceu instantaneamente da minha frente…

Deve ter retornado para seu corpo físico

Passei então a observar as demais pessoas e situações no astral e nem me lembrei mais do encontro na Torre
___________________________________

Se era em Paris, por que eu entendia o que o homem falava (provavelmente) em francês???

Porque no astral a comunicação ocorre por pensamentos de forma instantânea e os pensamentos são formulados através de imagens, coisas vivenciadas, referências, intenções, etc.,

tornando-se facilmente compreensíveis.

Por isso, quando estamos projetados podemos nos comunicar facilmente com pessoas de outros países.

Veja por exemplo minha experiência denominada “UMA SECRETÁRIA DO PASSADO” que poderá ser lida no link abaixo:

Uma secretária do Passado

Observe que ela falava em alemão e depois em inglês

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.