Interferência de um Obsessor

 

Esta noite (07/07/2004) eu estava tendo um intenso trabalho para serenar os ânimos entre uma moça e seus familiares, quando percebi a interferência de um obsessor atrapalhando…

Localizei o tal obsessor, nas proximidades, o qual, inquirido a respeito, “deu de ombros” alegando que a tal moça “deu mole”, permitindo que ele atuasse.

Era um desencarnado que aparentava ter uns vinte e poucos anos e já estava “se instalando” no meio daquela família.

Irritado e com grande energia forcei-o a desfazer a interferência maléfica.

Ele não tinha nada a ver com o caso, nem com aquela família; apenas perambulava pelas proximidades…

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.